Desfralde

Atualizado: Out 27

O desfralde é uma etapa desafiadora para a criança e só deve acontecer quando a criança encontra-se pronta.


Isso depende de aspectos emocionais e motores.


É um processo que deve acontecer de forma natural. Não existe uma regra para a idade certa para o início do desfralde, o importante neste processo é respeitar o tempo de cada criança.


As comparações e pressões devem ser evitadas, pois desfraldes forçados podem gerar traumas emocionais e até mesmo fisiológicos como: incontinência urinária e prisão de ventre.

Os pais, cuidadores e professores da criança devem ficar atentos com os sinais dados.


A própria criança demonstra que está pronta para o desfralde.


Geralmente os sinais mais comuns são:

- aviso quando fez cocô na fralda

- acaba ficando incomodada quando a fralda está suja


Entre outros sinais característicos de cada criança. Vale a atenção aos alertas dados para assim o início do desfralde.


A sugestão é começar o processo em dias quentes, com o uso de roupas mais leves e isso facilita bastante a retirada das fraldas.


Para o processo de desfralde seja um sucesso é preciso paciência e bastante diálogo.

O diálogo tem que ser uma boa conversa, olho no olho, adultos na altura da criança e firmeza.

Algumas crianças, embora apresentem sinais que estão prontas, demoram um pouco mais para o desfralde.


Geralmente o “cocô” é um processo mais complexo e exige um pouco mais de paciência.

Outro fato bastante importante para se pensar é o desfralde diurno e o desfralde noturno. Para a criança é mais fácil controlar as suas necessidades quando acordadas. Assim o desfralde noturno leva mais tempo.


Não existe receita e tão pouco uma fórmula mágica, afinal cada criança é única.


Acolhimento emocional é fundamental, a criança está crescendo e aprendendo lidar com o controle do seu corpo. Adquirindo independência e são muitas novidades.


Se seu filho está preparado para esse salto em seu desenvolvimento, vibre com ele cada vitória, cada conquista.


Cuidado para não valorizar as falhas, mas lembre-se que “escapes” acontecem, faz parte do processo e tudo bem.


Com a rotina e o tempo as idas ao banheiro tornam-se mais comuns.


Vou deixar aqui algumas dicas de leitura para ajudar nesse momento:

- O que tem dentro da sua fralda?

Autor: Genechten


- Eu já sou grandinho – Não vou usar mais fralda

Autor: Maneru,Maria


- Cocô, Xixi e Pum

Autora: Maíra Lói Micales


- Meu primeiro livro dos Porquês

Para onde vai o cocô?

Autora: Katie Daynes


- Cadê o meu penico?

Autor: Mij Kelly


Foi muito gostoso conversar com vocês sobre o desfralde dos nossos pequenos!



Eu sou a Josi, professora de Educação Infantil do Colégio Atibaia,

Pedagoga

Pós Graduada em Psicopedagogia

Cursando a Faculdade de Educação Física

223 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo