Vamos conhecer melhor sobre Diabetes Melito tipo 1 (DM1)?

Diabetes é uma doença crônica, caracterizada pela elevação da glicose no sangue (hiperglicemia).


O Diabetes Tipo 1 (DM1) também chamado de Diabetes Infanto-Juvenil ou Insulino-dependente, é uma doença autoimune, na qual ocorre destruição das células que produzem insulina no pâncreas (células beta pancreáticas). Afetando, assim, a função da insulina, que auxilia na conversão da glicose em energia para o corpo.


Acredita-se que o processo autoimune seja desencadeado por Fatores Ambientais, em indivíduos geneticamente susceptíveis.


Pode ocorrer em qualquer idade, embora seja mais comum em crianças, adolescentes e adultos jovens.


E como suspeitar que uma criança ou adolescente possa estar abrindo um quadro de Diabetes tipo 1?


Os sinais e sintomas que devem chamar a atenção dos pais/cuidadores são: sede, diurese e fome excessivas, emagrecimento importante, fraqueza, cansaço. Esse quadro clínico é de início relativamente rápido: dias, semanas até poucos meses.


O diagnóstico é realizado através:

- Glicemia de jejum maior ou igual a 126 mg/dl, confirmado em segunda amostra em jejum, em dias diferentes;

- Glicemia ao acaso maior ou igual a 200 mg/dl associado a sintomas de hiperglicemia;

- TTOG (Teste de Tolerância Oral a Glicose): Glicemia de 2 h pós estímulo maior ou igual a 200 mg/dl;

- Hemoglobina Glicada (HbA1C) maior ou igual a 6,5%, em duas ocasiões.


A base do tratamento do DM1 é realizada com Insulina + Monitorização + Educação em Diabetes + Alimentação + Atividade Física. É de extrema importância o acompanhamento multidisciplinar.


Os principais objetivos do tratamento são: manter um controle glicêmico adequado, minimizando os riscos de complicações agudas e crônicas da doença, permitir crescimento e desenvolvimento normais e bem estar psicossocial.


Dra Larissa Kuentzer

Endocrinologia Pediátrica


CRM/SP 152697

RQE 584401

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo